Category Archives: Nacional

Taça de Portugal fica na Madeira, Paulo Rodrigues e Nuno André venceram

12186398_180930318915350_8647432017222685589_o

Paulo Rodrigues e Nuno André venceram a Taça de Portugal de automodelismo nas escalas 1/10 e 1/8 respetivamente, prova que foi disputada este ano na Pista da Cancela, que contou com a presença de 6 pilotos “continentais”.

Paulo Rodrigues foi TQ e vencedor, fruto de muito treino e precisão na afinação do seu Capricorn. Venceu 2 das 3 mangas de qualificação deixando no segundo lugar Nuno Rodrigues (campeão regional de 2015) e em terceiro Hugo Ferreira.

Na parte da tarde a Final foi dominada por Paulo “Kibby” Rodrigues que fez a excelente marca de 88 voltas seguido de Nuno Rodrigues com 85 e Hugo Mendes no terceiro posto. Os seguintes classificados foram Tiago Afonso, José Oliveira, Franco Vilarinho, Rolando Caseiro Hugo Ferreira, Sandro Taniça e Lino Lopes.

12186313_180930398915342_2091280407933616789_o Na escala 1/8 participaram 4 pilotos, sendo que Luís Angelo foi o TQ vencendo 3 das 4 mangas de qualificação ficando Nuno André em segundo, Paulo Rodrigues em terceiro e Tozé Fernandes no quarto posto.

A Final foi muito equilibrada e disputada ficando todos os 4 pilotos a escassas voltas uns dos outros. Ao final de 45 minutos Nuno André e Luís Angelo terminaram com 147 voltas separados por apenas 2 segundos, denotando uma final competitiva na escala rainha do automodelismo, ficando Paulo Rodrigues no lugar mais baixo do pódio e Tozé Fernandes em quarto lugar.12052546_180930565581992_1327863660631178935_o

Resultados Online: http://www.myrcm.ch/myrcm/main?pLa=pt&tId=E&hId[1]=org&dId[O]=3346&dId[E]=22994#

Fotos da Prova: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.180928228915559.1073741836.148223322186050&type=3

Anúncios

Tempos online na pista de TT

k_mylaps transponderA secção de Automodelismo informar que adquiriu sistema de contagem de voltas para a pista de TT em exclusivo e que estará disponível em treino ou corrida através do site mylaps.

Ao contrário do que acontecia anteriormente em que existia a necessidade de alterar o uso do decoder entre as pistas de TT e asfalto, o complexo da Cancela oferece ao seus utilizadores em simultâneo acesso aos seus tempos online.

Esta ação foi ao encontro da necessidade que os utilizadores de ambas as pistas nos apresentaram como uma das principais carências existentes.

Mais novidades brevemente.

5 º Prova CN – Maiorca

11999743_1625846634333511_1458519674799203288_oNo passado fim-de-semana decorreu na Figueira da Foz a quinta e última prova do campeonato nacional de 1/10 200 e 1/8 pista. Esta prova contou com mais uma vez com a presença de três pilotos madeirenses, nomeadamente, André Gonçalves, Hugo Exposto e Paulo Rodrigues.

Nas qualificações André Gonçalves ganhou a super-pole de 1/10 e Hugo Exposto fez TQ, passando assim diretamente para a final. Paulo Rodrigues e André Gonçalves em 1/8 tiveram que marcar presença nas meias-finais acabando por ascender à final.12068736_1626252840959557_8925771904033159091_o

Na final de 1/10 200 André Gonçalves dominou desde o início fazendo uma prova limpa sem erros e mantendo um ritmo constante do princípio ao fim, conseguindo assim a segunda vitória numa prova do nacional.

Quanto à final de 1/8, Hugo Expo12028791_1626253670959474_1904187340229623647_osto que partia da primeira posição teve uma série de problemas com o seu carro tornando impossível acender mais que a 5º posição. André Gonçalves que partia da 6º posição, passou parte da corrida em primeiro lugar, no entanto devido a um problema acabou por terminar em 2º. Paulo Rodrigues que partia da 9º posição, passou grande parte da prova em terceiro lugar, no entanto, devido a um problema com o seu carro teve de abandonar a corrida ficando então pelo 7º lugar na geral.

Classificação Final do Campeonato Nacional 1/8 – FEPRA

Classificação Final do Campeonato Nacional 1/10 – FEPRA

Hugo Exposto, Virtual Campeão Nacional

hugoPela segunda vez, a Madeira tem um campeão nacional de 1/8. Hugo Exposto já é campeão nacional da escala rainha do automodelismo, feito já anteriormente conseguido por Luís Ângelo nos anos 90.

O piloto do Aeroclube da Madeira consegue assim assegurar o título ainda com uma prova a disputar para o final do campeonato nacional.

Tendo feito uma época notável, no ano em que regressou á modalidade e ao campeonato nacional, Hugo Exposto tem como próximo objetivo a participação para representar Portugal na prova do campeonato  da Europa a decorrer na Alemanha, em que conta com a participação de outros madeirenses, Paulo Rodrigues e André Goncalves, e de outro talentoso Português, o pluri-campeão Nacional Bruno Coelho, que de entre outros títulos detem os de Vice Campeão do mundo e Vice Campeão da Europa na escala 1/10 190mm (Elétricos).

O sucesso desta vitória deveu-se sem dúvida, ao apoio do seu patrocinador, Clínica da Amparo e do seu pai, mas também à qualidade e robustez do Chassis usado, Mugen MRX5 WC, carro este que comportou-se bem durante todas as provas sem dar nenhum problema. Grande factor deste sucesso foi também a regularidade e grande empenho do piloto.

Questionando o piloto sobre o rescaldo desta época vitoriosa, estas foram as suas palavras:

“Em primeiro lugar queria dedicar este título ao meu pai que foi o obreiro deste retorno, a pessoa responsável pela possibilidade de voltar a competir no nacional e no estrangeiro. Em segundo e não menos importante ao Fabio Barros por ter dado o apoio, conhecimento e experiência que facilitou em muito esta conquista. Sem eles nada disto era possível. Em relação ao campeonato, foi claramente um campeonato em que ganhou o mais regular, não propriamente o mais rápido, foi feito um trabalho de casa que permitiu ter um carro fiável que nunca deu problemas e isso foi fundamental para ter a consistência e regularidade que permitiu atingir a vitória no campeonato. Não era expectável que neste ano conseguisse o título, era um ano para reaprender após muitos anos afastado deste tipo de provas.”equipa

De notar a dedicação da equipa, treinando todos os fins de semana na Pista da Cancela e aprimorando detalhes no bólide quase todos os dias. Foi sem dúvida um título merecido!

Venham mais!

Classificação do Campeonato nacional após 4 provas decorridas:

1_8cla

2º Prova do Campeonato Nacional Elétricos 2015

Realiza-se no proximo dia 3 de Maio, a 2º prova pontuavel para o campenato nacional na escala 1/10 eletricos que realiza-se na Pista da Cancela organizada pelo Aeroclube da Madeira.

Link para Inscrições(myRCM) : https://www.myrcm.ch/myrcm/main?hId[1]=bkg&dId[E]=20358&pLa=pt

 

Traçado da pista da Cancela:

Visita 360º a pista da Cancela: Virtual Tour 360º

 

 

Informções adicionais: Fábio Barros – rcmadeira@netmadeira.com

Contacto para viagens e estadia: Hugo Goncalves – 91 956 23 69 (hugogoncalvespriv@gmail.com)

 

Localização:

 

Invasão à Maia pelos madeirenses

Podia ser um capítulo da história de Portugal mas não é, uma dezena de pilotos madeirenses do ACM participaram na última prova do campeonato nacional da escala 1/8 e 1/10 nitro na pista do Clube da Radio modelismo da Maia, no norte do Pais.10665815_751158164947794_1342154619114082597_n
A comitiva madeirense na sua maioria participava pela primeira vez em uma prova de nível nacional fora de portas e a espectativa era grande.
Na escala 1/8 nitro, os madeirenses eram André Goncalves, Paulo “RedBull” Rodrigues, Tozé Fernandes e os veteranos Hugo Exposto e Fabio Barros.Na escala 1/10, os insulares eram André Goncalves, Nuno Rodrigues, Filipe Rodrigues e o Paulo “kibby” Rodrigues.

As mangas de qualificação decorreram dentro da normalidade apesar a chuva que no período da manha atentou os pilotos presentes.Devido ao número de pilotos na escala 1/10, onze qualificados apos as mangas, a final desta escala levou todo o grupo do ACM a respetiva final.

podio10Após os trinta minutos de prova, o vencedor foi o piloto da casa, Franco Vilarinho que com este resultado também se sagrou Campeão Nacional, entre os madeirenses o melhor foi Nuno Rodrigues em 4º, em 5º André Goncalves, 6º Paulo “kibby” Rodrigues e 7º Filipe Rodrigues.

Nuno Rodrigues“Para a primeira corrida fora da Madeira, considero como positiva. Companheirismo, entre ajuda e mais conhecimento, é o que retiro deste magnifico fim de semana de corridas…A repetir, sem duvida!”

Paulo “Kibby” Rodrigues“.. participação nesta prova foi mais para diversão pois já tinha estado nesta pista como mecânico e pensei então participar como piloto para conhecer a pista a nível técnico. Foi uma boa experiência sem o stress de ter que alcançar algum bom resultado pois o que interessava era realmente a participação e o convívio visto que não estou a fazer o Nacional. Dentro dos possíveis um 6º lugar alcançado foi um bom resultado visto que foi a primeira vez que corri nesta pista contra pilotos locais…”

André Goncalves – “.. apesar de ter sido rápido durante o fim de semana como ocorreu em outras provas, cheguei a conclusão que preciso de melhorar a minha prestação em situações de pressão..”

Filipe Rodrigues  – “…fim de semana com o rabo fora de casa na companhia de uma cambada de loucos…”

podio8Na escala 1/8, o plutão era composto por 18 pilotos, e apos as mangas de qualificação foram realizados duas meias-finais para apurar os dez finalistas para a longa final de 45 minutos.Os pilotos João Gaio, Fabio Barros e Tozé Fernandes devido a alguns problemas mecânicos não conseguiram o apurado desejado, deixando assim para Hugo Exposto e Paulo “Redbull” Rodrigues a representação das cores da Madeira.

Fabio Barros – “..Logo na primeira curva da meia-final, levei um toque do piloto que arrancou atras do meu carro, danificando a roda dianteira esquerda, tive que conjuntamente com o Paulo Rodrigues fazer a reparação possível, quando voltei a pista já tinha passado cerca de 4 minutos, o que tornou impossível a passagem a final…”

João Gaio – “A prova decorreu dentro das minhas espectativas. É dificil não estar nos 10 primeiros e na final por 59 milésimos de segundo. Foi importante a presença nesta prova pois permitiu evoluir a afinação do chassis com vista à ultima prova do regional”

Tozé Fernandes – Prova dificil, com o maior numeros de pilotos numa prova deste ano a nivel Nacional.A prova como a escala rainha do RC esta bem competitiva.Ficou a experiência, para o ano o objectivo para por atingir o TOP 10.”

O vencedor da prova foi o piloto de Vila Real, Jose Felix, que também conseguiu ser campeão nacional mas o grande animador da prova foi o piloto madeirense Hugo Exposto que dominou a prova até aos 30 minutos quando já rodava com duas voltas de avanço fase ao 2º classificado. Mas um problema mecânico no seu carro fez com que descesse na classificação devido a diversas paragens na boxes e veria mesmo a parar a 10 minutos do fim da prova.
De realçar ainda que o record da pista foi também batido por Hugo Exposto deixando a fáscia nos 16,153.

O Piloto Paulo “Redbull” Rodrigues fez uma final limpinha ao seu bom ritmo e obteve um excelente 4ºlugar, sendo o melhor resultado obtido pelo piloto na edição de 2014 do nacional.

Paulo RedBull Rodrigues  – “” … durante o sábado basicamente foi para tentar acertar o setup ideal e tentar conhecer a pista que apesar de rápida tem um “S” algo complicado…Nno Domingo com a prova a ser declarada a “chuva”… não correu exactamente como esperava, o procedimento de partida, um pouco confuso e um problema de escape, limitou o ritmo de andamento, mas no geral foi uma final que o resultado foi o mais positivo..”

Hugo Exposto –Foi uma prova em que apesar de alguns problemas de adaptação, ou readaptação, excedeu em muito as expectativas que tinha. O intuito de ir fazer esta prova era verificar em que nível estava comparado aos pilotos que fazem o nacional. Acima de tudo foi um fim de semana divertido com muita camaradagem, o que sempre foi hábito nestas provas. De salientar o número de pilotos madeirenses presentes, o que espero para ano se volte a repetir mas em todo o campeonato.”

Madeirenses elétricos no Nacional

duarte_joaoPela primeira vez o ACM tem dois pilotos a participar no campeonato nacional de elétricos, vertente do radio modelismo que teve o seu inicio na região no ano de 2012 e que pretende vir a ser o futuro da modalidade.

Aproveitando o período de férias e faltando unicamente uma prova para o término de campeonato conversam com os pilotos sobre esta nova experiencia, Duarte Vasconcelos e João Jardim, este ultimo o campeão regional em titulo.

A participação foi viabilidade pelo apoio da empresa Slotmadeira, visto os apoios oficiais nas deslocações aos atletas continuam a tardar ou serem mesmo inexistentes.

RCmadeira – Está a correr o Campeonato Nacional, dificuldades e principais diferenças neste salto para o Nacional?

Duarte – Tal como seria de esperar, apesar de conhecer algumas das pistas do CN, com os elétricos a mudança de pista faz muita diferença, não só no setup do carro, mas também na condução. O CN tem uma lista de pilotos de stock com muitos anos de experiência, quer nas pistas quer na condução desta categoria.

João – Os pilotos são muito competitivos com muita experiência nas pistas do nacional, alguns já com setup´s quase feitos para as pistas em questão. As diferenças são que nós temos que ter um setup rápido e adequado no curto espaço de tempo que temos para treinar no dia antes da prova.

RCmadeira -Esperava estar nesta posição nesta altura do campeonato? Achas ter argumentos para melhorar esta posição?

Duarte – Não estava à espera desta posição, espero melhorar a minha consistência e assim poder melhorar os resultados.

João – Neste momento estou em 8º lugar á geral, não estou muito preocupado com a posição actual devido á falta de experiência, muito pelo contrário, estou muito contente de ás vezes ser capaz de fazer frente a alguns pilotos que estão habituados a este tipo de pistas/provas.

RCmadeira -Quem é o líder deste campeonato? Qual a sua opinião como adversário a esse piloto? Uma qualidade desse piloto?

Duarte – O atual líder é o José Carvalho, piloto muito rápido e muito consistente, veio da classe modificados, mas já correu em stocks em épocas anteriores, está o ritmo e consistência muito boa.

João – Neste momento é o José Carvalho o líder do campeonato, é uma piloto muito rápido e com experiência, como sabemos ele vem dos mini z e é muito certo quase sem margem para qualquer erro.

RCmadeira -Qual a real competitividade deste campeonato e qualidade/número de praticantes?

Duarte – Em termos de praticantes temos tido uma média de 9 nos modificados e de 14 nos stocks, nos modificados, temos o Bruno Coelho a ganhar destacado e mais 2 ou 3 pilotos a andar muito bem, mas sem hipótese de ganhar ao Bruno; nos stocks temos o José Carvalho e o João Miguel Martinho a lutar pelos lugares da frente e mais um conjunto de 6 pilotos com bom andamento.

João – Neste campeonato é de salientar dois pilotos que andam sempre na frente que o José Carvalho e o João Martinho, a nivel do numero de praticantes é muito razoável, existe sempre para cima de 8 pilotos por vezes chega a 16 que é um numero muito bom a pensar nas dificuldades que o país apresenta.

RCmadeira -O que deverá mudar/melhorar deste campeonato? Como atrair mais concorrentes?

Duarte – Pelo que tenho visto acho que as pistas que organização provas do CN são cada vez menos, as que existem estão com dificuldades e começamos a notar uma falta de cuidado com as pistas, penso que a realização de troféus/regionais com custos mais baixos seria uma boa maneira de dinamizar a modalidade.

João – Claro que existe alguns pormenores que de vez em quando tem de ser mudados e melhorados nas provas, mas nivel geral na minha opinião o campeonato está bom. Para atrair mais concorrentes, penso que deveria haver alguns troféus com carros/motorização iguais com inscriçoes e prémios razoáveis.

RCmadeira -Apoios e agradecimentos?

Duarte – Queria agradecer ao Sr. Pedro Fernandes/SLOTMADEIRA todo o apoio que nos tem proporcionado a ida ao CN. Como sempre somos bem recebidos e teem nos ditos para termos uma prova do CN na Madeira.

João – Tenho que salientar o apoio da Slotmadeira do Sr.º Pedro Fernandes, que sem este apoio este campeonato não seria possível realizar.

| Classificação do CN |

José Pequito vence na Madeira no CN de 1/8 pista

P1Correu-se este Domingo 27 de Abril na Pista da Cancela a 2ª prova do campeonato nacional da Classe Rainha do automodelismo, 1/8 On-Road, com 15 pilotos inscritos à partida de entre eles 6 que se deslocaram desde o continente para realizarem esta prova, com especial destaca para a presença feminina da Piloto Solange Araujo, por se tratar da primeira piloto do sexo feminino a correr na Pista da Cancela nesta classe. À partida as 2 mangas de classificação disputadas ditaram que as meias-finais iriam disputar-se entre: José Pequito, Paulo Rodrigues, Hugo Exposto, Paulo “Kibby” Rodrigues, Luis Ângelo, Raul Prata, Rui Cortez e Tozé Fernandes a meia-final A e a meia-final B entre: João Figueiredo, João Paulo Gaio, Duarte Faria, Nuno Durães, Solange Araújo, André Gonçalves e Bruno Coelho saindo destas meias-finais apurados os 4 melhores pilotos de cada e os 2 melhores resultados após os quartos classificados das mangas, compondo assim uma lista de 10 pilotos para disputar a final. A grande surpresa destas meias-finais foi a eliminação do campeão nacional Bruno Coelho que decorrido pouco mais de 5 minutos desta meia-final sofre um aparatoso acidente no fim da reta devido a problemas de mau funcionamento do seu rádio, ficando assim eliminado quando tinha percorrido apenas 18 voltas desta meia-final, assim mesmo foi capaz de fazer a volta mais rápida das meias-finais com um tempo de 17.308. (Volta mais rápida foi 16.926 Bruno Coelho)
Apuraram-se assim para a final os pilotos: João Figueiredo, João Paulo Gaio, Duarte Faria e Nuno Durães da Final B e da Final A: José Pequito, Paulo Rodrigues, Hugo Exposto e Paulo Kibby Rodrigues. Os melhores resultados fora dos 4 primeiros de cada meia-final e por consequência com direito a disputar a final, pertenceram a Solange Araujo e André Gonçalves ambos provenientes da meia-final B, que ainda brindaram os espectadores com uma batalha pelo 5º lugar desta manga, na qual terá levado a melhor Solange Araujo. 

Durante a final houve 2 desistências, primeiro do piloto Duarte Faria devido a falha no motor do seu carro ao minuto 26 tinha corrido já 79 voltas, aos 33 minuto foi a vez de Solange Araujo e devido a problemas de rádio a sofrer um aparatoso acidente na zona de saída das boxes danificando o seu carro irremediavelmente. Ao longo da prova os pilotos Paulo Rodrigues e André Gonçalves sofreram alguns contratempos maiores mas mesmo assim foram capazes de voltar à prova e cumprir os 45 minutos desta final apesar do reduzido número de voltas que contabilizavam no fim da manga final.
O vencedor desta Prova José Pequito mostrou um andamento muito forte e implacável sempre perseguido de perto pelo Madeirense Hugo Exposto que não foi capaz de levar a melhor pelo que ficou no segundo lugar do pódio, o 3º lugar onde rodou durante algum tempo o piloto Paulo “Kibby” Rodrigues veio a ser-lhe usurpado pelo piloto Nuno Durães a escassos minutos do fim da final, em parte devido ao estado avançado de desgaste que os seus pneus já apresentavam nesta altura da prova, ficando assim entregue o ultimo lugar do pódio a Nuno Durães, seguido de Paulo “Kibby” Rodrigues e de João Paulo Gaio fecham o top 5.
O Prémio Top Qualifier foi para o vencedor da prova José Pequito.

Pos Nº Nrº piloto Piloto I Nº voltas Tempo total Melhor volta Tempo médio Corr

10321682_838695662809068_9122766818565639814_o1  José Pequito 144 45:14.077 17.720
2  Hugo Exposto 143 45:00.525 17.518
3  Nuno Durães 141 45:09.846 17.635
4  Paulo Kibby Rodrigues 139 45:16.943
5  Joao Paulo Gaio 137 45:14.856 18.385
6  João Figueiredo 135 45:15.833 17.589
7  André Gonçalves 113 45:04.840 17.796
8  Solange Araujo 98 33:08.205 18.330
9  Paulo Rodrigues 91 45:27.631 17.381
10  Duarte Faria 79 26:09.825 17.552

Bruno Coelho vence 1/10-200 na Madeira em pódio Xray

1A 2ª prova do campeonato nacional na classe de 1/10-200 teve lugar na Pista da Cancela, no passado dia 27 de Abril. Com 9 pilotos inscritos à partida entre os quais constavam-se 4 pilotos do continente: Bruno Coelho, Nuno André, Filipe Rodrigues, Alcino Camacho, José Castro, André Gonçalves, Hugo Mendes, Franco Vilarinho e Nuno Rodrigues. As mangas de qualificação decorreram normalmente, pois com este número de pilotos e salvo problemas de ordem técnica nos pequenos bólides todos estariam presentes na final da corrida, sem possibilidade de eliminação nem necessidade de disputar meias-finais.

As mangas ditaram a seguinte ordem de partida para a final que se viria a disputar à tarde: 1º – Bruno Coelho, 2º – André Gonçalves, 3º José Castro, 4º – Alcino Camacho e 5º Nuno Rodrigues todos com 16 voltas e uma diferença de apenas 10 segundos separavam o campeão nacional Bruno Coelho de Nuno Rodrigues no 5º lugar da grelha de partida para esta final, com esta sequência partiu-se para a final, onde ainda antes de se dar início e devido a problemas no pack do recetor Nuno Rodrigues desiste, deixando o seu irmão Filipe Rodrigues partir em 5º classificado pois este ocupava a 6ª posição da grelha.
Esta final de 30 minutos disputou-se sem nenhuma desistência após a ordem de partida, com o campeão nacional Bruno Coelho a rodar sempre à frente e muito forte a não dar hipóteses à concorrência, restou aos espectadores acompanharem o espetáculo e a disputa pelos lugares mais baixos do pódio, disputados entre: Nuno André, Filipe Rodrigues e Alcino Camacho em que levaram a melhor Nuno André conquistando o 2º lugar seguido de Filipe Rodrigues em 3º, ambos demonstraram uma consistência extraordinária durante toda a prova ficando apenas a 1 volta do campeão Bruno Coelho, num pódio onde só subiram carros da Marca X-Ray.

 

21 Bruno Coelho 90 30:09.185
2 Nuno Andre 89 30:11.608
3 Filipe Rodrigues 89 30:15.485
4 Alcino Camacho 88 30:16.940
5 José Castro 87 30:18.201
6 André Gonçalves 86 30:13.540
7 Hugo Mendes 80 30:06.682
8 Franco Vilarinho 75 29:56.190
9 Nuno Rodrigues DNS

Report : Madeirenses em Coimbra

paulo_rodrigues_2 Report por Paulo Rodrigues

 

 

 

 

Duarte Vasconcelos e João Jardim foram os primeiros a testar os seus setups, logo de inicio um andamento muito bom, dado que a pista estava um pouco suja e escorregadia. A organização tentou sempre limpar ao máximo para que os pilotos tivessem as melhores condições possíveis.

Foi complicado para nós em pouco tempo acertar o setup e a adaptação ao traçado e piso.

Dia de prova

Dia muito quente, o sistema de prova totalmente controlado por programa de cronometragem, muito rigoroso assegurando eficácia nos horários de prova.
Nas mangas Duarte Vasconcelos e João Jardim mostraram-se muito a vontade melhorando os tempos a medida que as mangas prosseguiam.
Numa prova em que o ritmo de todos pilotos era muito forte Duarte Vasconcelos  conseguiu se destacar e assegurar lugar nas finais A, enquanto João Jardim debatia-se com alguns problemas de tração ficando para as finais B.

Paulo Rodrigues debatia-se ainda com problemas de diferencial e de bloqueios no spool central tornando complicado uma condução regular.

 

Nas finais, Duarte Vasconcelos mostrou que uma condução exemplar e sem exageros podia lutar pelos lugares da frente, sempre com uma concorrência muito forte por todos os competidores desta prova. João Jardim novamente com alguns problemas de tração e não conseguiu se aproximar da concorrência mas mostrou muito bom andamento.

Nos modificadps, Paulo Rodrigues após a realização de uma final preferiu desistir da prova dado aos problemas mecânicos, acabando por ser desclassificado por não cumprir com o seu papel de pisteiro.

Em resumo foi uma excelente experiencia, em que num ambiente muito agradável com uma organização impecável realizou se uma prova muito competitiva em que os pilotos do ACM mostraram muito bom andamento.