Bruno Coelho, agosto não é de férias

 

bruno

 

Aproveitando os últimos dias de férias, o pluricampeão nacional Bruno Coelho conversou com o RCmadeira sobre os dois Campeonatos da Europa que ira participar neste mês de agosto, de partida marcada para Espanha, o piloto mostrou-se motivo para levantar o nome de Portugal bem alto.

RCmadeira - Mais uma participação num campeonato da Europa, quais são os objetivos nesta participação?

Bruno Coelho – O objetivo é sempre ganhar, sabemos que é muito difícil e estarão lá os melhores pilotos da Europa mas estaremos lá para lutar até ao fim.

 

RCmadeira - Houve alguma preparação especial quer a nível de treino quer de material?

Bruno Coelho -Não, não houve qualquer tipo de preparação, embora fosse bom mas o trabalho não o permite, o meu treino é apenas e só durante as corridas do Nacional.

 

RCmadeira -Tem agendado mais alguma prova internacional em 2014?

Bruno Coelho – Sim, na semana após o Europeu em Valência, vou estar em Madrid a disputar o Europeu de 1/10 Elétricos.

 

RCmadeira -Este ano devido a participação em CE teve que deixar o Nacional para segundo plano?

Bruno Coelho – Não, felizmente o calendário foi feito para que as provas não coincidissem.

 

RCmadeira - Que importância tem um título de CN em relação a uma boa participação numa prova internacional para ti e principalmente para as marcas que representas?

Bruno Coelho – Tem muita importância, neste momento em que o marketing é muito forte as marcas querem sempre o seu produto bem representado, embora eu neste momento dê mais importância a Europeus, Mundiais ou mesmo provas como ETC, ENS, Neobuggy, etc…

 

RCmadeira - Para ti, o que falta para os pilotos portugueses terem melhores resultados no exterior? Treino? Depois existe o velho mito do material? É mesmo diferente?

Bruno Coelho – Penso que o radio modelismo em Portugal não é mais forte e “avolumado” devido a nossa situação financeira. Tem vindo a decrescer o número de pilotos a nível nacional o que por sua vez desce o seu nível de competitividade. O treino ajuda muito, podemos experimentar novas alterações no carro, novas formas de conduzir, conhecer melhor o traçado e acima de tudo ganhar confiança e consistência na condução. Em termos de material o chassis é um mito dizer-se que é diferente (para melhor) pois a única diferença nos chassis é que os pilotos de fabrica poderão estar a usar peças protótipo o que não quer dizer que seja melhor ou seja estão a testa-las, se falarmos dos motores ai já é diferente, os pilotos de fabrica têm a possibilidade de testar e selecionar um grupo de motores que normalmente nesse grupo há sempre um ou outro motor que se distinga do outros e é esses que eles selecionam para a prova enquanto nós somos limitamos financeiramente a comprar um ou dois motores e “seja o que Deus quiser”

 

RCmadeira - Que conselho pode dar ao André Goncalves piloto do ACM e aos outros que iram participar pela primeira vez uma prova internacional?

Bruno Coelho – O André é um grande piloto está um pouco limitado como todos nós por não podermos treinar todos os dias, derivado à nossa situação financeira ou por estudos ou por trabalho, as sugestões que dou ao André e a qualquer piloto que “nos” acompanhe é que venha para se divertir, treinar o mais possível, tirar duvidas quando as houver, não ter medo de exceder o limite, tanto dele como do carro.

 

RCmadeira - Agradecimentos?

Bruno Coelho – Queria agradecer acima de tudo ao meu pai por todo o esforço que fez até hoje, por me manter no topo, por estar ao meu lado nas vitorias e nas derrotas, não foi só por mim que cheguei onde cheguei, até pelo contrário, a grande parte foi vinda dele, queria agradecer a todos os meus patrocínios e por ultimo queria agradecer ao Aeroclube da Madeira e seus associados por todo o esforço de divulgação da modalidade.

 

André Goncalves no Europeu em Valencia

andreO piloto do Aeroclube da Madeira, André Goncalves vai participar nos dias 15-17 de agosto no Campeonato da Europa na escala 1/10 nitro que realiza-se na pista de Autet em Valencia- Espanha, prova que já tem confirmada a participação de mais de uma centena de atletas de toda a europa.

A seleção Portuguesa é composta por Bruno Coelho (campeão nacional em titulo) , Franco Vilarinho (atual líder do CN), Hugo Mendes (atual 2º do CN) e André Goncalves (campeão junior em titulo).

Rcmadeira conversou com André Gonçalves, antes da partida para Espanha.

Rcmadeira  –  Quais os objetivos nesta primeira participação numa prova internacional?

André - Sinceramente não sei bem o que esperar dado que é a minha primeira prova deste género, no entanto espero apesar tudo que me divirta.

Rcmadeira   - Houve alguma preparação especial quer a nível de treino quer de material?

André - Houve alguma preparação como é óbvio mas nada de muito complexo, foi o básico como para qualquer prova alguns setups de pneus para ganhar ritmo e para além disso a rodagem de um motor.

Rcmadeira - Representar Portugal e ACM, qual a motivação/obrigação tem?

André- Representar Portugal e o ACM é bastante importante e como tal vou dar o meu melhor para desta forma poder dar mais reconhecimento a ambas as partes.

Rcmadeira   - Apoios e agradecimentos??

André -  Quero agradecer ao meu pai por tornar isto possível, ao César Coelho por me ajudar sempre que eu precisava, Pedro e Vitória Praça pela ajuda e pela rápida disponibilidade de material, e à EquipVending pela ajuda no início do ano.

Madeirenses elétricos no Nacional

duarte_joaoPela primeira vez o ACM tem dois pilotos a participar no campeonato nacional de elétricos, vertente do radio modelismo que teve o seu inicio na região no ano de 2012 e que pretende vir a ser o futuro da modalidade.

Aproveitando o período de férias e faltando unicamente uma prova para o término de campeonato conversam com os pilotos sobre esta nova experiencia, Duarte Vasconcelos e João Jardim, este ultimo o campeão regional em titulo.

A participação foi viabilidade pelo apoio da empresa Slotmadeira, visto os apoios oficiais nas deslocações aos atletas continuam a tardar ou serem mesmo inexistentes.

RCmadeira – Está a correr o Campeonato Nacional, dificuldades e principais diferenças neste salto para o Nacional?

Duarte – Tal como seria de esperar, apesar de conhecer algumas das pistas do CN, com os elétricos a mudança de pista faz muita diferença, não só no setup do carro, mas também na condução. O CN tem uma lista de pilotos de stock com muitos anos de experiência, quer nas pistas quer na condução desta categoria.

João – Os pilotos são muito competitivos com muita experiência nas pistas do nacional, alguns já com setup´s quase feitos para as pistas em questão. As diferenças são que nós temos que ter um setup rápido e adequado no curto espaço de tempo que temos para treinar no dia antes da prova.

RCmadeira -Esperava estar nesta posição nesta altura do campeonato? Achas ter argumentos para melhorar esta posição?

Duarte – Não estava à espera desta posição, espero melhorar a minha consistência e assim poder melhorar os resultados.

João – Neste momento estou em 8º lugar á geral, não estou muito preocupado com a posição actual devido á falta de experiência, muito pelo contrário, estou muito contente de ás vezes ser capaz de fazer frente a alguns pilotos que estão habituados a este tipo de pistas/provas.

RCmadeira -Quem é o líder deste campeonato? Qual a sua opinião como adversário a esse piloto? Uma qualidade desse piloto?

Duarte – O atual líder é o José Carvalho, piloto muito rápido e muito consistente, veio da classe modificados, mas já correu em stocks em épocas anteriores, está o ritmo e consistência muito boa.

João – Neste momento é o José Carvalho o líder do campeonato, é uma piloto muito rápido e com experiência, como sabemos ele vem dos mini z e é muito certo quase sem margem para qualquer erro.

RCmadeira -Qual a real competitividade deste campeonato e qualidade/número de praticantes?

Duarte – Em termos de praticantes temos tido uma média de 9 nos modificados e de 14 nos stocks, nos modificados, temos o Bruno Coelho a ganhar destacado e mais 2 ou 3 pilotos a andar muito bem, mas sem hipótese de ganhar ao Bruno; nos stocks temos o José Carvalho e o João Miguel Martinho a lutar pelos lugares da frente e mais um conjunto de 6 pilotos com bom andamento.

João – Neste campeonato é de salientar dois pilotos que andam sempre na frente que o José Carvalho e o João Martinho, a nivel do numero de praticantes é muito razoável, existe sempre para cima de 8 pilotos por vezes chega a 16 que é um numero muito bom a pensar nas dificuldades que o país apresenta.

RCmadeira -O que deverá mudar/melhorar deste campeonato? Como atrair mais concorrentes?

Duarte – Pelo que tenho visto acho que as pistas que organização provas do CN são cada vez menos, as que existem estão com dificuldades e começamos a notar uma falta de cuidado com as pistas, penso que a realização de troféus/regionais com custos mais baixos seria uma boa maneira de dinamizar a modalidade.

João – Claro que existe alguns pormenores que de vez em quando tem de ser mudados e melhorados nas provas, mas nivel geral na minha opinião o campeonato está bom. Para atrair mais concorrentes, penso que deveria haver alguns troféus com carros/motorização iguais com inscriçoes e prémios razoáveis.

RCmadeira -Apoios e agradecimentos?

Duarte – Queria agradecer ao Sr. Pedro Fernandes/SLOTMADEIRA todo o apoio que nos tem proporcionado a ida ao CN. Como sempre somos bem recebidos e teem nos ditos para termos uma prova do CN na Madeira.

João – Tenho que salientar o apoio da Slotmadeira do Sr.º Pedro Fernandes, que sem este apoio este campeonato não seria possível realizar.

| Classificação do CN |

Vítor Sousa e Aníbal Nascimento ganham 3 Horas de resistência 1/10 TT

10357466_10201262503204616_6165948656648738889_nRealizou-se este fim de semana uma prova de resistência na escala 1/10 TT na classe de Buggy’s de 2WD, com uma duração de 3 horas esta foi a primeira prova deste tipo realizada na Madeira nesta escala, que convenceu todos os participantes e espectadores.
Equipas compostas por 2 elementos em que um deles tinha de “pistar” sempre que o seu “carro” estivesse em prova e só podendo abandonar a pista para prestar assistência como mecânico ou mudar de condutor altura em que o então piloto assumia esta posição, o tempo de condução de cada piloto era livre e o objetivo simples, conseguir o maior numero de voltas em 3h. Foi uma prova muito bem disputada, pelas 8 equipas compostas por 16 pilotos que se apresentaram à partida.

Os grandes vencedores da prova foram a dupla Aníbal Nascimento e Vítor Sousa com 455 voltas, em 2º lugar Bruno Sousa e Roberto Matos com 418 voltas e em 3º lugar Gil Pestana e Pedro Carvalho com 396 voltas apesar de terem perdido algum tempo com um problema no cubo traseiro do Buggy, em 4º lugar surge a dupla Juan Freitas e Filipe Soares com 369 voltas em 5º lugar Nuno Rodrigues e Fábio Barros com 350 voltas que também perderam algum tempo devido a uma avaria no sistema de direção e problemas de transmissão que veio a afetar a performance da equipa quase durante toda a prova, em 6º lugar Hugo Gonçalves e Duarte Fernandes com 328 voltas, em 7º lugar Duarte Faria e Luís Mendes com 265 voltas com uma paragem prolongada nas boxes para a mudança de um braço traseiro do seu buggy, em 8º lugar ficou a equipa de estreantes Rui Leitão e Duarte Nóbrega com 188 voltas pois só poderão rodar durante 1hr:30min depois e devido a um toque partiram a torre da frente do seu B5M que lhes foi impossível substituir.

Numa prova em que se quer acima de tudo proporcionar um convívio entre os praticantes e simpatizantes da modalidade excedeu as expectativas, ficando já a promessa de algumas equipas em realizar a próxima prova que se realize dentro deste género.

 

Resultados Fotografias |arranque

 

Vítor Sousa volta a vencer nos Buggy’s e Bruno Sousa nas Short Course

buggyNo passado Domingo realizou-se a 3ª prova do Stand McQueen ACMOS 2014, na pista de relva sintética da cancela, nas classes de 1/10 TT (Buggy’s e Short Course).
Compareceram à partida os pilotos: Vítor Sousa, Pedro Carvalho, Bruno Sousa, Roberto Matos, Hugo Gonçalves, Filipe Soares, Fernando Sousa e Emídio Mendonça, 7 inscritos na classe de Buggy’s 2wd e na classe de SC 2wd apenas 4 inscritos.
Durante as mangas  de qualificação realizadas de manhã definiram-se as posições a ocupar na grelha de partida para as mangas finais a realizar na parte da tarde. Tendo Vítor Sousa vencido as 4 mangas e ocupando assim o primeiro lugar na grelha de partida para a final, ficando Pedro Carvalho com o 2 lugar e Bruno Sousa com o 3º esta ordem voltou-se a repetir no final do dia na hora de subir ao pódio.
Numa final bem disputada onde houve grande disputa pelos lugares da frente e luta até à última manga, Vítor Sousa levou a melhor ganhado 2 finais de 3, e Pedro Carvalho e Bruno Sousa ocuparam o 2º e 3º lugar do pódio respetivamente.

carrrinhas

Na classe das SC 2wd participaram apenas 4 pilotos: Bruno Sousa, Pedro Carvalho, Fernando Sousa e Emídio Mendonça. Durante a manhã e por ter ganho 3 das 4 mangas de qualificação Bruno Sousa fica com o primeiro lugar na grelha de partida para as finais seguido por Pedro Carvalho e Fernando Sousa.
Na parte da tarde e durante as finais que apesar de ter poucos pilotos foi bastante disputada principalmente pelos pilotos Bruno Sousa e Pedro Carvalho na luta pelo 1º lugar do pódio. Levou a melhor Bruno Sousa que ganhou 2 das 3 finais, Pedro Carvalho ocupou o segundo Lugar do Pódio seguido de Emídio Mendonça.

Resultados Fotografias |Clas. Campeonato 1/10tt|Clas. Campeonato 1/10 Sct

10487609_10201230735570445_5816969195037349205_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto: Bruno Sousa

 

Informação nº 13

logo

A direção da secção de automodelismo vem por este meio informar que ao contrário do que tem sido dito aos pilotos por elementos alheios a organização, o combustível a utilizar na escala 1/8 TT, não é livre pelas regras da FEPRA.
Não existe qualquer referência ao combustível no regulamento em rigor da escala 1/8TT da FEPRA, pelo que se deve considerar e tratar com uma omissão, que por sua vez e de acordo com o regulamento geral no CAPITULO XII – OMISSÕES Art.º 44º – Casos Omissos define que todos os casos omissos são julgados de acordo com o regulamento EFRA.

O regulamento EFRA para a escala 1/8TT define que a percentagem de nitrometano é de 25%.

Estando o controlo da mesma a ser feito pelos equipamentos “nitromax” realizado em todas as provas.

103061-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ajudamos a melhorar sempre a nossa modalidade.

ACM

 

 

Fábio Barros vence nos últimos minutos de prova

IMG_9495No passado dia 13 de Julho realizou-se a 4ª prova do Madeira TT Stand McQueen 2014, À partida compareceram 7 pilotos: Fábio Barros, Vítor Sousa, Hugo Gonçalves, Nuno André, Fábio Mendonça, Gil Pestana e Luís Mendes.
Após as qualificações, realizadas na parte da manhã os primeiros lugares da grelha de partida ficaram entregues a: Fábio Barros seguido por Gil Pestana e a fechar o top 3 das qualificações Vítor Sousa.

Às 15h deu-se início à final de 45min, com duas desistências a assinalar primeiro aos 26 minutos de prova e devido a falhas de motor e também na transmissão Gil Pestana, e aos 36 minutos de prova era a vez de Luís Mendes também por falha de motor e após alguma insistência também acabou por desistir, entretanto sucederam-se várias paragens nas boxes nomeadamente pelo piloto Fábio Mendonça por falhas acessíveis do seu motor e Nuno André devido a falha de rádio.

Na frente da corrida e que cedo dominou Vítor Sousa, que por infortúnio a 5 minutos do fim o seu motor não quis colaborar beneficiando Fábio Barros que passaria a ocupar o primeiro lugar, mesmo assim Vítor Sousa ainda conseguiu segurar o 2º lugar apesar dos problemas, no último lugar do pódio surge Hugo Gonçalves que apesar de ter rodado durante grande parte da prova em 5º lugar, a sua consistência, quer a nível de condução quer de fiabilidade da mecânica do seu buggy fizeram com que conseguisse faturar este lugar no pódio.

Resultados Fotografias Vídeo 1 |Classificação Geral do Campeonato

IMG_9495

 

 

Texto: Bruno Sousa

 

Informação nº 12

logo

A secção de Automodelismo solicita a todos os sócios que estejam interessados em realizar as reportagens das provas organizadas pela secção publicadas no nosso Portal, o favor que entrar em contato com a secção através do correio electrónico fabiobarros@mac.com ou pelo facebook da secção, até ao final do mês de Julho de 2014.

O sócio que estiver interessado em participar, terá que realizar um texto sobre o evento, até terça-feira seguinte á realização da prova e envia-lo via mail para a secção, que por sua vez irá publicar nos locais habituais.

Ajudamos a melhorar sempre a nossa modalidade.

 

 

Paulo Rodrigues e Luís Cortez vencem em vésperas de férias

Decorreu no domingo passado a 3ª prova do Campeonato da Madeira Stand MacQueen Pista nas escalas 1:10 e 1:8.

10498002_10201162385421734_7326793554603958805_o

Na escala 1:10 200 após uma troca de lugar durante a final com Nuno André e Nuno Rodrigues, tendo este ultimo vindo a desistir com problemas mecânicos ficaria Paulo Rodrigues com uma condução irrepreensível com o ceptro da vitoria sobre Nuno André . Vitoria merecedora para Paulo Rodrigues que ao longo desta época tem vindo a evoluir consideravelmente para a conquista do lugar mais alto do Pódio, tendo conseguido os seus objectivos neste prova . Ficaria então Paulo Rodrigues ( Capricorn ) 1º , 2ª Nuno André ( Xray ) e 3º lugar Filipe Rodrigues ( Xray).

Na escala 1:8 veríamos Luís Cortez ( Mugen ) vencer pela 1ª esta época e em 2º ficaria Tozé Fernandes ( Mugen) que conquistou esta posição após desistências de Duarte Faria e de Hugo Exposto que animaram a luta pelo 1º lugar. Luís Ângelo( Serpent ) após perder 5 minutos nas boxes viria a fazer uma recuperação ate ao 3ª posto, Nélio Gouveia (4ª posição) e o Veterano Lino Lopes (5ª posição) discutiram praticamente até ao fim da Prova sendo que um toque entre ambos levou a que Lino Lopes fosse obrigado a desistir, Fábio Barros ainda conseguiu a 6ª Posição após ser obrigado a mudar por 3 vezes a cremalheira do seu bólide.

O campeonato de asfalto regressa em setembro ficando já para o próximo fim de semana, dia 13 de Julho, a realização da 4ª Prova de 1:8 TT.

Resultados | Fotografias | Vídeo 1 | Vídeo 2

10380593_10201162399062075_2945479485019620276_o

 

Texto: Hugo Goncalves

Vítor Sousa leva a melhor na 3ª prova de 1/8 TT-Nitro

10464190_10201064141805705_8752394638265162758_nNo passado dia 15 de realizou-se a 3ª prova do Madeira TT Stand McQueen 2014, À partida apresentaram-se 11 pilotos na classe: Vítor Sousa, Nuno André, Miguel Sousa, Fábio Barros, Gil Pestana, Nélio Gouveia, Ricardo Faria, Luís Mendes, Bruno Sousa Fábio Mendonça e Hugo Gonçalves. Após as qualificações, realizadas na parte da manhã os primeiros 3 lugares da grelha de partida ficaram entregues a:Gil Pestana, Vítor Sousa e Nuno André.

Às 15h deu-se início à final de 45min, com duas desistências a assinalar primeiro aos 21 minutos de prova e devido a um toque partiu o braço da frente do buggy Hugo Gonçalves, e aos 37 minutos de prova era a vez de Fábio Mendonça abandonar por falha do sistema de rádio, entretanto sucederam-se várias paragens nas boxes de alguns pilotos devido a problemas principalmente de motor, assistiu-se a uma luta interessante pelo domínio da corrida, que ao longo dos 45 minutos teve vários líderes muitas vezes separados por escassos segundos, a sorte acabou por sorrir a Vítor Sousa seguido por Nuno André e pelo seu pai Miguel Sousa, a fechar o top5 ficaram os pilotos Fábio Barros e Gil Pestana.

Classificação da 3ª Prova de 1/8 TT-Nitro
Piloto Voltas Tempo
Vítor Sousa 76 45:18.210
Nuno Andre 76 45:21.903
Miguel Sousa 75 45:10.038
Fábio Barros 75 45:19.220
Gil Pestana 72 45:13.042
Nelio Gouveia 69 45:30.697
Ricardo Faria 68 45:22.583
Luís Mendes 58 45:00.556
Bruno Sousa 50 45:15.589
Fábio Mendonça 34 37:24.884
Hugo Goncalves 29 21:44.665

10480627_10201064159086137_6962467923403076057_n

 

 

 

 

 

 

 

Fotos da Prova (Roberto Matos)

Video da Prova (LeoPhoto)

Classificação Geral do Campeonato

 

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.